quinta-feira, 19 de maio de 2011

Inocência perdida: ainda há esperança


Adão e Pandora: a perda da inocência

Quando Adão comeu do fruto proibido, ele não cometeu um pecado terrível, não adquiriu conhecimento, ou seus olhos se abriram para poder perceber que estava nu. O fruto proibido foi a perda da inocência, isso mesmo!

Ele perdeu a sua inocência e descobriu um mundo que até então era desconhecido, foi aprendendo coisas que só prejudicavam a si mesmo e o passar deste conhecimento trouxe desgraça para o mundo em que vivemos. Nu ele sempre esteve, só que não havia malicia em seu pensar, depois de se deitar e descobrir o prazer no sexo, a inocência foi perdida, depois de descobrir que tinha autoridade sobre todos o poder subiu a cabeça, ao descobrir que podia criar coisas se sentiu muito importante.

Assim como a caixa de Pandora na mitologia grega, a perda da inocência se fez presente nesta história, porém nos dias de hoje a única forma viva de vermos a inocência é em algumas crianças, pois até as crianças, levadas pela malícia adulta, deixam a inocência de lado e se bandeiam para a indecência.


A perda da inocência nos dias de hoje

Crianças que dançam funk (ou qualquer outra musica) com gestos pornográficos, isso é deixar que desapareça a inocência, devemos olhar mais para isso, com mais atenção. Os pais deveriam orientar e não incentivar 

O meu objetivo não é julgar ninguém, mas apenas orientar, para que dêem uma atenção maior a isso.


A inocência mais bela

Por outro lado encontrei um vídeo que me chamou muito a atenção. Dois irmãos, um que desesperadamente chorava a morte de uma formiga que para nós é uma coisa natural mais para ele foi uma perda fatal. O pai tenta persuadi-lo, dizendo que se colocasse a formiga do lado de fora ela iria “embora”, mesmo assim ele sabia que a perda era algo irrecuperável.

O mais importante neste vídeo é que vemos o amor verdadeiro, o amor pela vida de outro ser, não importa quem seja este ser ou o que seja.

 Isso é apenas o amor pela vida...Isso é apenas a inocência na forma mais pura e bela...Poderíamos tentar resgatar um pouco desta inocência a partir de hoje!

Um comentário:

Unknown disse...

Bom dia.
Gostaria de entender o sonho que tive hoje.
Estava com uma prima que tenho muita amizade, moramos no mesmo quintal. Estávamos numa casinha que tem no quintal, tinha alguns móveis e aparecem alguns ratos cinza de tamanho médio. Eles começaram a pular em mim, dai apareceu um cachorro que parecia ser meu era todo peludo de cor preto e branco, quando entrou em contato com os ratos ficou branco e vermelho, na casa debaixo estava essa minha prima com uma mangueira na mão pra jogar (não sei o que) nos ratos. Dai ela sumiu de lá de baixo e eu desci com alguns ossos da carne costela pra alimentar os ratos. Na hora que joguei vieram mais de 20 (eu acho, porque eram muitos) e começaram a comer os ossos e alguns subiam em mim e ficaram no meu ombro. Essa prima que estava lá em cima sumiu e o cachorro ficou lá parado.
Me ajudem não entendi nada. No começo sentia medo ou nojo mas, depois fui alimentá-los e subiram no meu ombro direito.